O Programa de Recuperação Sustentável da Mata Ciliar do Rio Taquari terá nova etapa de debates nesta sexta-feira (9). O seminário ocorre na Univates e contará com a presença da promotora de Justiça Andrea Almeida Barros, titular da Promotoria Regional de Meio Ambiente da Bacia Hidrográfica dos Rios Taquari – Antas.

O projeto, que surgiu com a denominação de Corredor Ecológico, foi alterado e uma das principais discussões é sobre a metragem do rio, que deve englobar a recuperação da mata. O ex-presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Bom Retiro do Sul, Adilo Huwe, concedeu entrevista ao programa Realidade, da Rádio do Vale.

Ele citou que o cumprimento das determinações é inevitável e acontecerá em um curto prazo. Inclusive, pede o envolvimento, além dos agricultores e do STR, das prefeituras do Vale do Taquari.

Cerca de 30% da mata ciliar às margens do Rio Taquari já foi recuperada. Adilo Huwe relata que parte da reabilitação aconteceu de forma natural. A reunião desta sexta-feira inicia às 8h30 da manhã, no Prédio 11 da Univates. GL

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here