A assinatura de convênios entre os municípios de Estrela, Colinas, Imigrante, Fazenda Vilanova e Westfália e o Hospital Estrela, ocorrida na tarde da terça-feira (31), garantirá o aporte de, aproximadamente, R$ 600 mil para a instituição nos próximos 90 dias. Serão cerca de R$ 200 mil por mês. Com isso, três novos serviços estão sendo organizados para atender a demanda trazida pelo novo coronavírus.

Para a próxima semana, a expectativa é iniciar o atendimento no Pronto Atendimento Covid dos pacientes graves com suspeita de infecção, uma vez que as obras de adequação devem estar finalizadas. Já para a UTI Adulto COVID, a intenção é entrar em funcionamento na semana que se inicia em 13 de abril, com a ampliação emergencial de sete leitos de internações hospitalares em Unidade de Terapia Intensiva para pacientes com quadro clínico gravíssimo.

Atualmente, o Hospital Estrela já transformou três leitos de sua UTI, destinando-os para esses pacientes. No total, serão dez leitos. A Unidade de Internação Covid, com 15 leitos de isolamento em ala exclusiva para internações hospitalares, já está ativa desde a segunda-feira (30) e atenderá aos pacientes com quadro clínico grave.

Equipes

Para fazer frente ao aumento da demanda e de estruturas, o Hospital Estrela já está selecionando profissionais para o Pronto Atendimento Covid e para a UTI. Serão mais médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, higienistas e fisioterapeutas.

Ministério da Saúde

A instituição está com dois processos tramitando no Ministério da Saúde (MS). Um solicita a habilitação de sete leitos para a UTI Adulto Covid, pois o Hospital Estrela já possui a estrutura e os equipamentos necessários. O outro pedido é de ampliação de mais três leitos de UTI. Para essa ampliação, o MS deve prover os equipamentos e a estrutura. A expectativa do hospital é que a publicação com as autorizações saia nos próximos dias. AI/NR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here