Foi aprovado na semana passada pela Câmara de Vereadores de Porto Alegre projeto de lei que proíbe o uso da linguagem neutra nas escolas e órgãos públicos municipais da capital do Estado. Este tipo de vocabulário é utilizado por pessoas que não se identificam com o gênero masculino ou feminino. É observado com a utilização da letra “x” em detrimento das letras “a” e “o”, por exemplo.

Ouça a entrevista

A matéria foi elaborada pela vereadora do PSC, Fernanda Barth, que concedeu entrevista ao Programa Encontro Maior da Rádio do Vale. Ela explicou que a proposta foi idealizada depois de denúncias de pais e alunos sobre a dificuldade de aprendizagem em razão do uso deste tipo de linguagem.

A parlamentar sustentou que não é através de uma mudança de vocabulário que será promovida a inclusão. Ela afirmou que a prática não passa de uma doutrinação ideológica de grupos identificados com a extrema esquerda.

O projeto sustenta que devem ser respeitadas as normas da Língua Portuguesa. A matéria aprovada no Legislativo de Porto Alegre agora será encaminhada à sanção do Prefeito Sebastião Melo. GL

Foto: Ederson Nunes/Câmara de Vereadores de Porto Alegre

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here